« Pouco mais de 100 horas para Reconstruir uma estradaA VERDADE sobre Exposição à radiação »

A situacao nuclear no Japao pela Embaixada Britanica.

16.03.11

Link permanente 08:38:01, por Satie Email , 563 palavras   Portuguese (BR)
Categorias: Dicas

A situacao nuclear no Japao pela Embaixada Britanica.

A Embaixada Britânica em Tokyo promoveu uma discussão entre especialistas britânicos em radiação sobre a situação Nuclear no Japão.

A discussão foi liderada pelo Sir. John Beddington, Cientista chefe e conselheiro do Governo Britanico e varios experts gabaritados na area nuclear.

As conclusões a que chegaram são;

- No caso de um "pior cenário" - definido como derretimento de um dos reatores com subsequente explosão radioativa - A exclusão/evacuação de uma área de 50km será o máximo requerido para para evitar riscos a saúde humana. Mesmo na pior situação (perda de 2 ou mais reatores) o risco não será significativamente maior que o causado pela perda de apenas um reator.

- A atual área de 20km de evacuação é apropriada para os níveis de radiação e riscos corridos ate agora. O uso de agua do mar para esfriar os reatores evita maiores riscos. Porem, um tremor maior, seguido de tsunami fará com que essa operação de resfriamento seja interrompido, levando ao cenário acima.

- O importante é que estes especialistas não vêem a possibilidade de riscos a saúde dos residentes em Tokyo. O nível de radiação precisara ser CENTENAS de vezes maior que o atual para que possam haver riscos a saúde, e isso, na opinião deles, não vai acontecer. (Eles falaram de níveis mínimos que afetam a saúde de mulheres gravidas e crianças) para adultos normais, os níveis precisarão ser maiores ainda.

- Os experts não consideram que a direção do vento seja importante. Eles dizem que Tokyo esta muito longe para que o vento traga algum material radioativo.

- Caso o resfriamento seja mantido a situacao estara muito melhor em 10 dias, quando os reatores estarão "esfriados"

- As informações dadas pelas autoridades japonesas estão sendo monitoradas por muitas organizações independentes e podem ser consideradas precisas, tanto quanto as medidas e níveis de radiação informados.

- Esta situação é muito diferente de Chernobyl - la o reator derreteu e o envolucro que explodiu ficou queimando por semanas sem qualquer controle. Mesmo em Chernobyl. uma área de evacuação de 50km teria sido adequada para proteger a saúde humana. O problema foi que a maioria das pessoas ficou doente por comer e beber produtos contaminada por anos depois do incidente, e não houve nenhuma preocupação em medir os níveis de radiação nos alimentos naquele momento ou alertas as pessoas do perigo. O segredo mantido sobre a explosão de Chernobyl é um contraste com a cobertura publica que esta havendo em Fukushima.

- O diretor da Escola Britânica de Tokyo perguntou se a escola deve se manter fechada, a resposta foi que não há esta necessidade se o motivo for o medo da radiação, só se houverem outras razoes como dano estrutural, possibilidade de novos terremotos, mas o medo da radiação não tem fundamento para manter a escola fechada, mesmo para crianças.

- Em relação ao suplemento de Iodo, eles ressaltaram que é apenas necessário para aqueles que que inalaram uma quantia de radiação (pessoas dentro da área de evacuação ou os operários da usina), ou quem comeu/bebeu material contaminado por radiação. Alem do consumo de Iodine nao fazer bem a saúde, a longo prazo.

O debate foi muito franco nesse ponto. A conclusao dos especialistas foi que o dano causado pelo terremoto, pelo tsunami e pelos tremores secundarios foi muito mais grave que os danos que a radiação das usinas poderá causar.

A informação veio através do Paul Atkinson, esta é uma tradução livre para o Português.

goldrr

dbzz

hades

twitter

LDI Points

LDI Games - From GAMER to GAMER

Busca

O blog requisitado não existe mais!

Feeds XML

powered by b2evolution CMS